quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Bom dia felicidade!

Bom dia! Acordei hoje, com uma sensação de que falamos tanto de tratamentos naturais para nossa saúde.
Mas gostaria de perguntar uma coisa.
O que fazemos para nossa felicidade todos os dias?
Trabalhamos para ir atrás de sonhos?
Mas quais sonhos?
Deixamos esta tal da felicidade, focada em:
Quando eu tiver X de  dinheiro, farei tal coisa.
Quando eu estiver aposentada farei X por mim?
Mas queremos chegar à um final, esquecendo-nos do caminho, do viver.
Então pergunto:
O QUE VOCÊS ESTÁO FAZENDO PARA SUA FELICIDADE HOJE?
NO SEU CAMINHO?
BOM DIA

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Óleos essenciais como conservantes de alimentos

 Empresas de alimentos não precisam recorrer a conservantes sintéticos  para preservação de alimentos. De acordo com novas pesquisas,  há agora 10.000 ou mais aditivos permitidos nos alimentos. Isto não seria  nenhuma novidade, pois desde que deixamos de sermos nômades, começamos a armazenar alimentos, e sempre os temperos foram utilizados.  Embora alguns aditivos sejam mais perigosos do que outros, incluindo conservantes carcinogênicos, para a  carne por exemplo, como nitratos de sódio e nitritos, na maioria dos casos, não há necessidade da maioria desses ingredientes.

Na verdade, os óleos essenciais estão a caminho da revolução da preservação dos alimentos. Com óleos essenciais, a conservação de alimentos pode ser mantida simples e não tóxica, e pode realmente beneficiar a saúde. As propriedades bactericidas  dos óleos podem manter os alimentos livres de micro-organismos e aumentar o sistema de defesa antimicrobiano do corpo. As propriedades antioxidantes de alguns óleos essenciais podem dar aos alimentos uma vida útil mais longa, proporcionando propriedades contra o envelhecimento ao consumidor.

Vamos dar uma olhada em alguns óleos essenciais diferentes que poderiam desempenhar um papel importante na  preservação de alimentos.

Carvacrol (orégano e tomilho)

Carvacrol é o agente antimicrobiano de amplo espectro extraído do orégano e tomilho. Quase metade do tomilho (45 por cento) é composta de carvacrol, e até 74 por cento de orégano é composto por isso. A ciência mostra que o carvacrol libera lipopolisacarídeos, obliterando a membrana externa das bactérias gram-negativas. É também uma arma eficaz contra bactérias Gram-positivas, manipulando membranas bacterianas, alterando a permeabilidade para cations H + e K +. Isso leva à morte celular das bactérias. O sucesso do carvacrol encontra-se na presença de um grupo hidroxilo na estrutura dos seus compostos fenólicos.

Carvacrol também é um poderoso antioxidante, podendo evitar que os alimentos se deteriorem. Ele também encerra peróxidos, evita abstrações de hidrogênio e destrói a formação de oxigênio de uma forma que pode ser usada para prevenir a oxidação lipídica em sistemas alimentares inteiros.

Monoterpenos (Alecrim)
As propriedades do óleo essencial de Rosmarinus officinalis (alecrim) extraem cientificamente as bactérias Gram-positivas (Staphylococcus aureus e Bacillus subtilis) e Gram-negativas (Escherichia coli e Klebsiella pneumoniae). Rosemary contém uma infinidade de monoterpenos que perturbam a integridade das bactérias membranas celulares. Esses poderes da planta incluem alfa-pineno, beta-pineno, 1,8-cineol de myrceno, borneol, cânfora e verbenona.

Eugenol (Cravo)
O óleo essencial de cravo-da-índia é uma rica fonte de fenólicos. Estes compostos orgânicos contêm um átomo de carbono ligado diretamente a um grupo hidroxilo (-OH). Este anel aromático compartilha o átomo de hidrogênio com radicais livres, interrompendo a oxidação de outros compostos. Em estudos científicos, as propriedades fenólicas do cravo apresentaram alta atividade de eliminação do radical DPPH destrutivo. O óleo essencial de cravo-da-índia também foi testado quanto ao alto poder de redução férrica, com capacidade para extinguir moléculas de oxigênio  e metais quelados. Os óleos essenciais de cúrcuma e raízes de gengibre também exibem atividade de eliminação de radicais livres.

Melhorando a matriz de embalagens de alimentos para repelir a umidade,
adicionar esses óleos essenciais aos alimentos pode alterar o aroma desses, uma vez que muitos destes fitoquímicos são aromáticos. Adicioná-los à embalagem de alimentos pode ser uma abordagem mais prática para os compostos mais aromáticos. Os óleos essenciais podem ser adicionados à embalagem de maneiras que melhoram as propriedades de barreira de vapor de água de filmes à base de proteínas. Por exemplo, quando os óleos essenciais de gengibre,  e açafrão são adicionados aos filmes à base de peixe e gelatina, a permeabilidade da água diminui drasticamente, protegendo o produto alimentar da deterioração. Ao adicionar o óleo essencial à matriz da embalagem de alimentos, a umidade pode ser repelida, estendendo assim a vida útil do produto.


Os óleos essenciais são a resposta para a preservação de alimentos. As combinações simples destes fitoquímicos poderiam potencialmente substituir centenas de aditivos alimentares e conservantes tóxicos. Suas propriedades antimicrobianas e antioxidantes destroem as membranas celulares das bactérias. Ao combinar estes elementos essenciais na estrutura de embalagens de alimentos, a umidade pode ser repelida, reduzindo a deterioração dos alimentos através da placa.

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Um pouco de história de Hipócrates e o uso de plantas segundo os humores

Com este artigo,  pensei que seria interessante explorar o modelo da medicina Hiporática e se é relevante nos dias de hoje, especialmente em relação à Aromaterapia. Na antiguidade, acreditava-se que o mundo era composto de quatro elementos (Terra, Ar, Fogo e Água). Estes elementos foram relacionados às quatro estações (Primavera, Verão, Outono e Inverno), a quatro qualidades fundamentais (Calor,  Frio, Secura e Umidade) e os quatro temperamentos, também conhecidos como humores (Sanguíneo, Colérico, Melancólico e Fleumático).

O médico grego, Hipócrates, nascido em 460 a.C é considerado o pai da medicina, categorizou todos os alimentos e ervas por qualidades fundamentais, acreditando que a doença resulta de um desequilíbrio dos quatro humores, em oposição à então amplamente aceita, a crença de que era uma punição infligida pelos deuses.  Ao corrigir esse desequilíbrio e restaurar a harmonia, a boa saúde seria restaurada. Além disso, Hipócrates, acreditava que tais desequilíbrios eram causados ​​por fatores ambientais, dieta e hábitos de vida, e que o corpo contém em si  o poder de reequilibrar os quatro humores e curar-se.

Há referência na Bíblia para "frutas para alimentação e folhas para a cura" (Ezequiel 47:12) e a abordagem hipocrática foi muito focada no poder curativo da natureza. Embora a medicina hipocrática e sua filosofia sejam vistas bem de longe da medicina moderna, penso que é interessante, pois hoje em dia existem uma infinidade de pesquisas científicas, que provam quantas doenças e distúrbios podem ser evitáveis ​ se houver uma alimentação  saudável, descanso e exercícios sendo realizados regularmente, como um estilo de vida, e com o uso de óleos essenciais na aromaterapia e as plantas na fitoterapia. As escolhas que promovem a boa saúde são apoiadas por especialistas em saúde.

Hipócrates usou uma ampla gama de plantas medicinais para restaurar a saúde e, é claro, sabemos que os cientistas conseguiram identificar e isolar muitos produtos químicos ativos em material vegetal a partir do qual a medicina moderna evoluiu. Algumas das citações de Hipócrates relativas às plantas medicinais são mostradas abaixo, e acredito que elas ressoam entre os aromaterapeutas e os herbalistas.

Alecrim

"Mergulhe os raminhos de alecrim juntamente com as raízes de urtiga e “Galium Aparine”em álcool e você terá um remédio para esfregar na parte cabeluda da cabeça causando crescimento de cabelo".

Hortelã

"Coloque folhas de hortelã na cabeça com uma compressa para aliviar a dor de cabeça".

Orégano

"Ferver em um pouco de água com orégano. Coloque uma toalha em sua cabeça e mantenha o vapor durante 5 minutos. Tente respirar mais profundamente ".

Erva de São João

"Coloque para queimar e  para curar em um vinagre ".

A abordagem gentil de Hipócrates incluiu o poder curativo e restaurador do descanso e relaxamento adequados.
Outra das suas citações foi:

"A cura começa com um banho aromático e massagem aromática diária".

Eu acho que o banho com óleos essenciais  é uma maneira particularmente agradável de descansar, ajudando a reduzir a tensão no corpo e na mente. Eu recomendo o uso de três gotas de Bergamota, e duas gotas de Gerânio, em 10ml de óleo  vegetal de Semente de Uva. Inalar o aroma delicioso de ambos os óleos essenciais, sem dúvida, facilitará o repouso, enquanto o óleo vegetal de Semente de uva fornece uma maneira luxuosa forma de hidratar e nutrir a pele seca, madura ou queimada pelo sol.

A massagem tem sido usada ao longo das idades para ajudar a relaxar. Como eu disse antes e vou, tenho certeza, dizer novamente, o que pode ser mais indulgente do que uma massagem relaxante com seus óleos de aromaterapia favoritos! Uma mistura relaxante poderia incluir, por exemplo, 8 gotas de Sálvia Esclaréia, 4 gotas de Lavanda e duas gotas de Olíbano, que são relaxantes e reputados para restaurar uma sensação de bem-estar.


Hipócrates também recomendou água fervente e orégano para uma inalação de vapor. Esses remédios antiquados estão fazendo um retorno com os farmacêuticos recomendando a inalação para diminuir o desconforto causado pelo catarro. Para aliviar o desconforto dos seios da face bloqueados ou o congestionamento, recomendo que ferva 100 ml de água e despeje em uma bacia. Adicione dez gotas de Eucalipto Glóbulos, agite a água, coloque uma toalha sobre a cabeça, feche os olhos e inale os vapores por até dez minutos. Repita este processo várias vezes ao dia. O óleo de eucalipto também pode ser colocado sobre um tecido e  ser inalado ao longo do dia. A medicina moderna é, sem dúvida, inestimável em lutar contra doenças mortais e restaurar a saúde de muitas pessoas. Acredito, no entanto, que não devemos descartar aspectos da abordagem de Hipócrates para manter e restaurar a boa saúde. Fazer as escolhas dietéticas adequadas, exercitar-se regularmente, descansar com frequência e usar plantas medicinais e óleos essenciais ajudam a manter a harmonia para mente, corpo e alma.