quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Óleos essenciais e ciática - Não confunda com Síndrome Periforme

Óleos essenciais e ciática
Quando ministro aulas sobre aromaterapia,  sempre relembro meus alunos a tentarem perceber quem é o paciente ou cliente que está na frente destes profissionais, que ele é um indivíduo, com todos os seus inter-relacionamentos biopsicosocial, e sobre quais os óleos essenciais  adicionar a uma sinergia. Neste momento, falo que eles devem saber muito sobre esta pessoa, e ter uma boa idéia do que está acontecendo no corpo desta (e suas emoções, mente e espírito também). Ultimamente tenho visto um número de pessoas na minha prática que têm dores nas costas, especialmente na área do sacro. Às vezes há um pouco de dor irradiando para a perna ou no quadril, mas em outros momentos a dor permanece localizada. Um slogan que é frequentemente utilizado é o de dizer que eles têm dor ciática. Mas será que é o  ciático?
O nervo ciático é o nervo maior e mais amplo  no corpo humano. Ele começa na região lombar e vai até a nádega e para baixo da perna, os músculos da parte posterior da coxa, e os da perna e pé. É derivado de nervos espinhais L4 através S3. Tem dois tipos de ramos: ramos articulares que surgem a partir da parte superior do nervo e suprimentos da articulação do quadril e os ramos musculares que são distribuídos para os músculos da perna.
A dor causada por uma compressão ou irritação do nervo ciático por um problema na região lombar é chamada ciática.
Há um número de diferentes causas comuns de dor ciática e estas incluem:

    
Hérnia de disco
    
Doença degenerativa do disco
    
Estenose da coluna vertebral
    
Espondilolistese
    
Síndrome do piriforme
    
Às vezes, dor ciática pode ocorrer devido a irritação do nervo ciático durante a gravidez.
Como sempre o diagnóstico devem ser feitos por um médico adequado, mas no entanto os sinais e sintomas da ciática incluem:

    
Dor profunda e grave  de baixo, em um lado das costas
    
A sensação de espasmos na coxa
    
Dores na nádega, para baixo da perna
    
Formigamento, ou alfinetadas e agulhadas sensações nas pernas e coxas
    
A sensação de queimação na coxa
   
Dormência  na perna ou pé.
Pessoas com dor ciática podem notar que seus sintomas pioram durante os movimentos e que aumentam a pressão em torno do nervo ciático, movimentos tais como ficar de  cócoras, espirros, rir ou tossir.
O que a maioria das pessoas que eu vejo tem é realmente tem é a Síndrome Periformis. Isto ocorre quando o nervo ciático é comprimido pelo músculo periformis. Há também outros nervos do reagião glútea, que pode causar sintomas semelhantes. Síndrome Periforme pode ser causada por algo tão simples, como sempre ter sentado com  sentado com uma carteira no bolso traseiro. Também pode ser o resultado de uma queda ou outro trauma  na área das nádegas, o que faz com que os músculos  se tornaram hipertônicos  e comprimiram os nervos. A dor resultante pode ser muito semelhante à ciática verdadeira.
Quando alguém sofre de ciática e o nervo está inflamado, muito cuidado deve ser tomado se houver alguma manipulação, e devem saber sobre a terapia que é usada para garantir que a situação não se agrave. Este é o lugar onde nossos maravilhosos óleos essenciais podem desempenhar um grande papel.
Compressas com óleos essenciais sobre a área inflamada poderia certamente ser parte de uma estratégia de tratamento. Compressas frias também podem ser úteis quando a área está quente ao toque. Compressas quentes podem ser muito calmantes para a dor. Às vezes é útil usar alternando compressas quentes e frias. Banhos com óleos essenciais também podem ser úteis, mas não devem ser muito quentes. Aplicar os óleos essenciais diluídos em um carreador para a área dolorida é uma maneira muito eficaz para controlar a dor e desconforto.
Óleos essenciais a considerar incluem:

   

   

   
Hortelã Pimenta (Mentha piperita) - anestésico, analgésico, antiespasmódico e propriedades anti-inflamatórias. Bom para resfriar áreas inflamadas.
    
Gerânio (Pelargonium graveolens) - tem propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e anti-espasmódico. Bom para neuralgia.
    
Gengibre (Zingiber officinale) - tem propriedades analgésicas e anti-espasmódico. É muito útil para o aquecimento da região.
    
Manjerona (Origanum majorana) - tem propriedades analgésicas e anti-espasmódicas. Útil para dores musculares. Um óleo muito relaxante.
   
Alecrim (Rosmarinus officinalis) - tem propriedades analgésicas, anti-espasmódicas e anti-inflamatórias. Útil para dores musculares e cãibras.
   
Pimenta Negra (Piper nigrum) - tonifica os músculos e é um dos meus preferidos para usar em casos de dor ciática.
    
Lavanda (Lavandula officinalis) - tem propriedades anti - espasmódicas e anti-inflamatórias. Útil para espasmos musculares, entorses, distensões, câimbras, contrações musculares, lombalgias, dores musculares , dor ciática e nevralgias.
Os óleos essenciais podem ser adicionados a qualquer óleo carreador, sendo o melhor o óleo de Copaiba Vegetal, pois a By Samia, realizou vários estudos com este óleo na área de fisiologia, em esportistas, e este tem um poder superior ao Diclofenaco, (conhecido como Voltarem ).  Como um óleo de amêndoas doce, semente de uva ou mesmo azeite, um creme ou loção corporal que você tem 1a mão. Caso você queira utilizar só em sua casa a By Samia, disponibiliza um óleo já preparado chamado Muscle, que contem todos os óleos essenciais acima citados em base de óleo vegetal de Copaiba e Andiroba, e este seria muito útil, este óleo é calmante, possui propriedades anti-sépticas e analgésicas e é ótimo para a dor do nervo, ciático, além de reumatismo e dores musculares.

2 comentários:

  1. Estive na By Samia nesta semana e pedi para a vendedora a sugestão de um óleo de massagem para dores musculares. Ela sugeriu o óleo essencial de copaíba, para ser diluído em um óleo carreador. Nesta matéria é citado o óleo de copaíba como carreador. Minha dúvida: posso diluir o óleo essencial de copaíba em qualquer óleo carreador?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Selma, boa tarde. E um feliz ano de 2014. Existe o óleo de copaiba, como carregador, que pode ser usado sozinho, ou em composição a outros óleos vegetais. Mas também existe o óleo essencial de copaiba que pode ser utilizado em qualquer carreador, como semente de uva entre outros.

      Excluir